KLM Cityhopper confirma opções para dois jatos E175


A Embraer anunciou que a KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM, confirmou opções para dois jatos E175 adicionais. O contrato original, que contemplava 17 pedidos firmes (15 E175 e dois E190) e 17 opções (todas para o modelo E175), foi anunciado em março de 2015. As opções para os outros 15 aviões continuam mantidas.

Os dois novos E175 estarão incluídos na carteira de pedidos do quarto trimestre de 2015, tendo valor estimado USD 88,8 milhões, com base no preço de lista da Embraer. Estes novos aviões vão se juntar aos 30 E190 que já operam nas cores da KLM Cityhopper. A empresa aérea recebeu os dois novos jatos E190 desta encomenda em dezembro de 2015.

Por quase uma década, a KLM Cityhopper tem operado os E-Jets, se tornando um dos maiores clientes desta família de aeronaves em todo o mundo. Então, ficamos extremamente satisfeitos que eles tenham confirmado esta nova aquisição, ampliando nossa parceria. Desejamos ainda mais sucesso à KLM Cityhopper, que segue modernizando sua frota a fim de enfrentar o ambiente cada vez mais competitivo da aviação na Europa”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial.

Ficamos satisfeitos por confirmar as opções para dois E175 adicionais. Eles vão se juntar aos 30 jatos E190 que já operam com a KLM Cityhopper. Os E175 serão configurados em classe única, com espaços diferenciados para acomodar a European Business Class, Economy Comfort e Economy Class. O estofamento de couro torna os jatos da Embraer extremamente confortáveis para os nossos passageiros”, disse Pieter Elbers, Presidente e CEO da KLM.

A cabine e os assentos do E190, sua confiabilidade operacional, avançada tecnologia de manutenção, consumo de combustível e pegada de CO2 contribuem para o sucesso da KLC. Nossas operações serão reforçadas com o atraente custo operacional do E175, que começa a se juntar frota KLC em poucos meses”, disse Boet Kreiken, Diretor da KLM Cityhopper.

O primeiro E175 vai se juntar à frota da KLM Cityhopper no primeiro semestre de 2016. A KLM iniciou o processo de substituição das aeronaves Fokker 100 pelos E-Jets na KLM Cityhopper em 2008, com o objetivo de reforçar a rede existente e permitir o desenvolvimento de novas rotas. Quando a última aeronave deste pedido for entregue, incluindo estes dois E175, a KLM Cityhopper terá 47 E-Jets, sendo a maior frota de E-Jets na Europa.

Desde que colocou a família de E-Jets em operação, em 2004, a Embraer recebeu mais de 1.700 pedidos firmes. Os aviões estão voando com cerca de 70 companhias aéreas de 50 países e mais de 1.200 E-Jets já foram entregues. Essa versátil família de jatos de 70 a 130 assentos voa atualmente com empresas aéreas tradicionais, bem como de baixo custo e regionais.

 

Sobre a KLM Cityhopper

A KLM Cityhopper opera cerca de 300 voos diários para a KLM. Esses voos servem cidades em toda a Europa, 57 das quais são essencialmente destinos de negócios. Todos os dias, cerca de 20 mil passageiros optam por voar com a KLM Cityhopper. A KLM Cityhopper foi considerada a Companhia Aérea Regional do Ano de 2015 (Regional Airline of the Year 2015) por um painel internacional de juízes profissionais.

 

Sobre a Embraer Aviação Comercial

A Embraer é líder mundial na fabricação de jatos comerciais de até 130 assentos. Cerca de 900 aviões da família ERJ 145 de jatos regionais, de 37, 44 e 50 assentos, foram entregues a companhias aéreas desde sua introdução no mercado, em 1996. A família de E-Jets inclui quatro aeronaves que têm entre 70 e 130 assentos. Com engenharia avançada, alto grau de eficiência, cabines ergonômicas e espaçosas com dois assentos por fileira, além de atraente economia operacional, o E170, o E175, o E190 e o E195 estabeleceram um novo padrão na categoria. Desde que os E-Jets entraram em serviço, em 2004, a Embraer recebeu quase 1.700 pedidos firmes para esta família de aeronaves e de 1200 E-Jets já foram entregues.

Em 2013, a Embraer lançou a segunda geração da sua família de aeronaves comerciais, os E-Jets E-2, consistindo de três novos aviões – E175-E2, E190-E2, e E195-E2 – no segmento de 70 a 130 assentos. O E190-E2 está programado para entrar em serviço no primeiro semestre de 2018, seguido pelo E195-E2 em 2019 e o E175-E2 em 2020.


Sobre o autor

Claudê Lopes