Economia: Mercado infantil é o que mais cresce no país


Crianças representam 20% da população brasileira seria interessante estudar melhor esses números!

O segmento infantil tem crescimento de 14% ao ano e movimenta R$ 50 bi de reais;

49% das casas com crianças representam 52% de toda a despesa brasileira;

Influência das crianças na escolha da marca é de aproximadamente 18% e já projeta aumento para 53% no futuro;

Mercado de moda infantil projetou crescimento de 6% em 2017;

Em 2016, vendas de livros infantis cresceram 28% em relação ao ano anterior; no mesmo período, mercado geral caiu em 9,7%;

O Diário de Mika é atualmente um dos maiores sucessos do segmento infantil

Segmento de alimentação saudável e bem-estar cresceu 98% de 2009 a 2014; setor movimenta US$ 35 bilhões por ano no Brasil e já é o 4º maior do mercado

Consumo de produtos de higiene e linha infantil de cosméticos passou de R$ 2,7 bilhões em 2011 para R$ 3,9 bilhões em 2016; crescimento total de 45,6% nos últimos 5 anos;

Setor de parques temáticos e aquáticos registrou crescimento de até 18% nos primeiros meses de 2016 Indústria de brinquedos apresentou estimativa de crescimento de 10% em 2017;

Em 2016, a mesma indústria faturou um total de R$ 6 milhões; produção nacional foi de R$ 3,4 milhões, 7% a mais em relação a 2015;

Em 2015, faturamento de brinquedos tradicionais – tabuleiro, cartas e memória foi de US$ 231,4 milhões, 11,2% a mais em relação a 2014;

Cerca de 60 canais na categoria “família” no YoutTube Kids têm mais de 1 milhão de inscritos;

O Brasil é o 3º país com o maior número de downloads na plataforma e 48% das crianças brasileiras acessam diariamente o aplicativo;

 

Fontes: IBOPE, IBGE, Instituto Nielsen, Inter Sience, Abravest, Snel, Sebrae, Euromonitor, Agência de Notícias do Turismo, Abrinq e Youtube Kids


Claudiana Rosário

Claudiana Rosário

Jornalista e assessora de imprensa.

Sobre o autor

Claudiana Rosário

Jornalista e assessora de imprensa.